Conheça os artesanato típicos de cada região do Brasil

Desde o princípio, os seres humanos desenvolvem técnicas manuais úteis para facilitar o nosso cotidiano. Seja para agilizar ações práticas do nosso cotidiano ou embelezar pessoas ou ambientes de forma criativa e moderna, o artesanato sempre esteve presente no dia a dia de milhares de brasileiros de cada região do país.

Embora muito desvalorizado (por razões já explicadas aqui), o artesanato brasileiro é rico e diverso. Nossas amplas dimensões territoriais abrem espaço para uma diversidade significativa de cultura, expressão criativa e arte. Nesse sentido, se falamos sobre arte, obviamente também falamos sobre artesanato.

Assim como muitas das nossas influências artísticas e culturais, o artesanato brasileiro surgiu a partir da comunidade indígena, com a utilização de tecelagem, cerâmica, cestaria, pigmentos naturais e instrumentos musicais. 

A partir desta referência da cultura indígena, nossas técnicas manuais foram se expandindo e diversificando o suficiente para ser caracterizado de acordo com a regionalidade, visto que cada uma mantém o seu estilo, costumes e tradições. Diante disso, compilamos para você algumas das principais técnicas e estilos artesanais de Norte a Sul do nosso país.

Conheça quais são os artesanatos típicos de cada região do Brasil:

Região Norte

A região Norte é uma das que mais se inspira na cultura indígena para a confecção de suas peças artesanais. Nesse sentido, o trabalho artesanal da região é representado por cerâmicas marajoara, pinturas, cestaria, marchetaria e argila. As rendas, acessórios em palha e “biojóias” também estão presentes em muitos artesanatos do Norte.

O artesanato da região tem grande ligação com o turismo, já que a compra e venda destas peças movimentam grande parcela da economia do Norte. Para saber mais sobre a relação entre o artesanato e o turismo, basta ler a publicação que fizemos aqui.

Nordeste

O artesanato nordestino é caracterizado por trabalhos feitos em barro, madeira, areia e em cerâmica. Com isso, as peças artesanais trazem consigo muito da cultura local daquele povo. Assim, os bonecos de barro que reconstituem figuras típicas da cultura nordestina – como cangaceiros, músicos e rendeiras – são destaques em feiras e mercados locais.

As influências africanas, indígenas e portuguesas são encontradas em diversos artesanais do Nordeste, por isso encontramos muitos tecidos, couro, penas, barro, peroba e jequitibá nos produtos desenvolvidos manualmente. Ainda, a cerâmica, colchas de renda e cestaria são pontos fortes do artesanato da região.

Região Sul

Os tapetes feitos à mão e as peças em madeira e argila são destaques da região Sul do país. Diante da influência europeia localizada na região, os artesãos sulistas investem em renda, barro, madeira, fibras vegetais e palhas para criar diversos produtos, como bolsas, chapéus, redes, cestarias e até mesmo bonecas.

Uma grande característica dos produtos artesanais do Sul é a preocupação com os detalhes, voltando parte da atenção e técnica manual para o estético.

Sudeste

No Sudeste, os trabalhos com rendas e tecidos são o ponto forte da região. A partir das influências do povo nativo, o artesanato local é voltado para a produção de peças como tapetes, peças de barro (como as famosas “namoradeiras”), colchas e esculturas. Ainda, a cerâmica e as pedras decorativas com estanho são elementos que compõem diversos artesanatos para a venda na região.

Ainda, encontramos nesta região a figura importante das figureiras, que são as artesãs que produzem peças voltadas para o folclore e religião.

Centro-Oeste

Ainda sobre folclore, este tema está presente em muitos trabalhos artesanais localizados no Centro-Oeste do país. Além disso, as peças também lembram a caça, as lendas e as danças da região. O artesanato local aposta em elementos como pedras semipreciosas, cerâmicas, madeira, metais e barro. Nesse sentido, como resultado desses materiais, você encontra redes, tapetes, tachos em cobre e diversos produtos produzidos a partir do barro.

____________________________________

Diante dessa variedade de ferramentas, técnicas e produtos artesanais, é perceptível a riqueza que o nosso país possui quando o assunto é artesanato. Portanto, independentemente da região onde mora, você pode sempre contribuir para a economia regional e valorização do trabalho artesanal (e aqui estão algumas dicas que podem te ajudar nisso).

Por fim, para praticar um pouco mais da visibilidade e apoio ao trabalho artesanal, que tal seguir a Briselier nas redes sociais? Comentamos sobre artesanato, crochê e filtros dos sonhos no nosso Instagram, Youtube e Pinterest.

Um abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

*

×
Product added to cart

Nenhum produto no carrinho.